terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Caiu na rede é peixe... Tapa na Pantera

Tapa na Pantera é um curta-metragem (ficção) independente produzido em 2006 que bombou na internet.
O filme foi postado no You Tube sem autorização e até hoje já acumulou 3.601.851 exibições e conta a história de uma senhora que há trinta anos é usuária de maconha e que fala sobre suas experiências com a droga.
O vídeo já é um clássico e garante muitas risadas.

Hoje eu tô afim de...

NADAR COM TUBARÕES

2010 de muita PAZ

PAZ não é um dom divino concedido aos homens merecedores desta graça.
PAZ é responsabilidade humana fruto de trabalho, união e boa vontade.
Desejo à todos nós um 2010 com muita SÁUDE, tendo saúde o resto a gente corre atrás, inclusive a PAZ.

Horizonte Distante

Tava navegando num dos meus blogs favoritos e vi a notícia de que a Banda Rosa de Saron está de CD novo.
Pela descrição do autor do blog 'Diversão Sadia' o novo CD tráz mudanças radicais em relação ao último trabalho, mas parece que tais mudanças estão agradando.
Segundo o Marcos, é uma aquisição que vale a pena.
Mas, se você prefere conferir o som antes de comprá-lo e nenhum amigo seu ainda tem o CD pra te emprestar, dá uma passadinha no hot site da banda (http://www.rosadesaron.com.br/horizonte_distante/horizonte_distante.html) que as músicas estão disponíveis.
Se você já comprou e CD ou já ouviu as músicas, deixe um comentário sobre o que achou do novo trabalho da banda.
Realese
Horizonte Distante, este é o título do oitavo álbum da banda Rosa de Saron.
Depois do enorme sucesso com o formato acústico, Eduardo Faro (guitarra), Guilherme de Sá (voz), Rogério Feltrin (baixo) e Wellington Greve (bateria) retornam ao formato elétrico cheios de criatividade e bom gosto.
"Horizonte Distante" vai muito além de simplesmente voltar a plugar as guitarras e ligar as distorções.
Produzido por Guilherme de Sá, o álbum traz uma proposta moderna e instrumentos com timbres de qualidade que fazem o Rosa de Saron soar como nunca.
Para cada canção, respeitando suas propostas, foram criadas bases de guitarras com timbres diferenciados.
O álbum é composto por 13 músicas inéditas, e suas composições abordam não somente a espiritualidade mas também aspectos sociais.

Pensamentos e Pensadores

Perdedor é aquele que não tenta por medo de fracassar.
(filme: Pequena Miss Sunshine)

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Feliz Natal!

Que neste Natal (e nos demais dias do ano que vem) possamos exercitar um pouco mais a tolerância que é o caminho que conduz à paz e a harmonia tão almejadas e citadas nesta época do ano, desde as situações mais simples e domésticas como também nas mais complexas.
Pra você que acompanhou este blog no decorrer deste ano, muito obrigado! Lhe desejo um Natal muito abençoado!

sábado, 12 de dezembro de 2009

Sem paletó por Caio Caprioli

Dos vários assuntos que me interessam, moda está entre eles.
A maneira como as pessoas se vestem expressam parte do que elas são e pensam, por isso, que gosto e me divirto muito com este tema, apesar de não me considerar um metrossexual e nem especialista na área.
O pouco que busco saber e conhecer é para autossobrevivência.
Não sei definir meu estilo (acho que ele varia com meu humor) e não costumo seguir à risca "o que está na moda", procuro me informar sobre tendências (pra não pagar mico) e usá-las de maneira que me façam sentir à vontade.
Como não tenho muita grana, costumo investir em peças atemporais e básicas e fazer sobreposições para obter looks diferentes.
Um blog que consulto com frequência é o 'Sem Paletó - porque homem não precisa se vestir sempre igual' de Caio Caprioli (veja link entre meus favoritos) que dá dicas para caras que como eu se preocupam com o que vestir.
Diferente de outros blogs do gênero o 'Sem Paletó' não é o que eu chamaria de ditador de moda, mas esclarecedor do que convém ou não.
De maneira muito desencanada e informal Caio Caprioli dá dicas de como homens podem sair do visual convensional sem correr o risco de optar por algo muito alternativo.
As postagens são feitas esporadicamente e o autor está reformulando o formato do blog (pelo que percebi, ele tem a intenção de torná-lo mais interativo).
E para os que acham que moda é coisa para maricas, segue um recado da Glória Kalil:
Um homem que veste bem uma roupa, passa a informação de que é uma pessoa atualizada.

DEPRESSÃO PÓS-FACULDADE - DPF

Pesquisei no google e achei o texto que fala sobre a depressão pós-faculdade.

Você passa quatro anos indo para o mesmo lugar todos os dias, vendo as mesmas pessoas, falando sobre o mesmo assunto, agüentando os mesmos professores chatos, idolatrando os mesmos professores ótimos, reclamando dos mesmos problemas, comendo o mesmo salgado, bebendo no mesmo boteco fedido.

Você passa quatro anos querendo sair mais cedo da aula, todos os dias contando as moedas pra tirar mais uma das milhares de xerox, se revoltando com a quantidade de páginas da xerox, se desesperando nas provas, quebrando a cabeça pra fazer uma pauta, deixando de dormir até mais tarde no fim de semana pra fazer o tal do trabalho, indo dormir mais tarde pra fazer o tal do trabalho.

Isso tudo, sem contar o último ano, em que todos esses fatores são multiplicados por quantas vezes você achar melhor.

E lá vem a monografia, que tira seu tempo, seu sono, sua paciência, seus fins de semana, seus feriados, suas refeições bem feitas, seu namorado, suas noites bem-dormidas, sua diversão.

Mas, em compensação você ganha, entre os itens que mais se destacam, um belo par de olheiras e aversão à gráficas (incluindo as pessoas que lá trabalham) e impressoras (um grande parabéns aos que não quebraram ou não deram pelo menos um soco em alguma).

Não podemos deixar de citar as brigas com o seu grupo ou com uma colega de classe e as incontáveis vezes em que você escreveu, reescreveu, editou, gravou, fotografou, deletou tudo e começou de novo.

Chega o grande dia e junto com ele, um imenso alívio. É isso. Acabou.Tchau. Bye bye. Até mais. Te vejo por aí.

Você trabalha e depois das 18h vai para casa. No dia seguinte também. E no outro, e no outro.

Alguns arrumam outras atividades pra ocupar o tempo. Outros simplesmente vão pra casa, sentam-se no sofá e assistem tv, dormem, comem, babam na almofada sem se importar em ver o tempo passar. Mas, têm também aqueles que sentem um enorme vazio.

Cadê os meus amigos pra conversar?

E os textos que eu tinha pra ler?

Para onde foram professores que eu parava para trocar idéia no corredor?

Cadê tudo o que eu fazia todos os dias?

Cadê as pessoas que eu convivia?

Acabou?

É meu amigo, está com esses sintomas? Então você está com a tal da DPF-Depressão pós-faculdade.

Tudo aquilo que você xingou por anos, agora faz uma falta enorme aí na sua vida. Ficou um buraco. E se você não aproveitou, esse buraco fica ainda maior.

Portanto, se durante os quatro anos você não quis comer aquele salgado gorduroso, tomar a cerveja no boteco da esquina, comprar a trufa que sua colega vendia, fazer a pauta, escrever a matéria, gravar o programa, pegar a sonora , fotografar o fulano, diagramar o texto, estudar pra prova, pedir pro professor tirar sua falta, conversar durante a aula e tomar bronca, dar uma de nerd e responder o que o professor pergunta e muito, muuuuito mais… Perdeu.

Se você está entrando na faculdade agora, aproveite cada minuto. Xingue, mas não deixe nada passar.

Agora, se assim como eu, você fez tudo isso e com muito orgulho, curta a saudade, reencontre os amigos e professores e lembre-se que essa foi uma das melhores épocas da sua vida.

E que, da faculdade, você tire pelo menos esta lição: os momentos e as pessoas são únicos !!!

E as oportunidades também.

Vai deixar saudades!!!!!

Eu por mim mesmo

Qualquer semelhança não é mera coincidência.
centro: eu com quase 30 anos
laterais: meu pai com 30 anos

Nossa amizade não é só para momentos de sinergia...

Quando disse que dentre as cem pessoas que compunham a minha turma estavam as que se tornariam fundamentais e importantes em minha vida e formação, eu me referia à eles.
Marcelinho, Cris, eu e Shu

Shuelen, Cris, Marcelinho e eu nos conhecemos no primeiro ano de faculdade, mas foram nos últimos que vivemos as situações que provariam que a nossa amizade é para qualquer hora e situação.

Marcelinho: o pensador

Tem sempre uma frase adequada para cada situação. As mais marcantes foram:

“Se não sabe ajudar, atrapalhe. O importante é participar!”

“Se o problema não tem solução, porque se preocupar? Se o problema tem solução, porque se preocupar?”

“Nada é tão ruim que não possa ficar pior.”

“No final tudo acaba bem, se ainda não está bem, é porque não acabou.”

“Eu gosto é da desvantagem.”

Seu maior sonho é se afogar num tsunami de cerveja e suas maiores qualidades são a generosidade e companheirismo.

Cristiane: poderosa e charmosa

Suas principais características são o alto astral, o charme e a maneira como se dedica às suas paixões.

Muito batalhadora não mede esforços para realizar seus sonhos (luta sozinha se preciso) e ainda tem um tempinho para dar uma força e ajudar os amigos.

Shuelen: a encanada

A mais humilde de todos; sua família e os amigos estão sempre em primeiro lugar.

Sua generosidade é tão grande que não pensa duas vezes para dividir o que tem. Está sempre grilada com medo de atrapalhar ou incomodar alguém.

É a que tenta aliviar as tensões nas eventuais discussões do grupo.

Luiz Cláudio: o privilegiado

Com estes três aprendi o verdadeiro sentido e valor da amizade. Nossos momentos de descontração e dor ficarão marcados para sempre em minha história que um dia será contada para meus filhos e netos (quero dizer, contarei quase tudo hehehehehe).

Cris, Marcelo e Shu...

É difícil demonstrar em gestos e palavras o quanto são importantes para mim, gostaria que soubessem que estes quatro anos valeram à pena porque estiveram ao meu lado.

Obrigado por me aceitarem como sou, por me mostrarem o lado divertido e desencanado da vida e por estarem comigo no momento mais difícil pelo qual passei.

A todos vocês muita sorte e sucesso e que Deus nos abençoe para o maior desafio de nossa amizade, o tempo e a distância.

Grande abraço

Luiz

A faculdade

Caros amigos,
Na faculdade fechei minhas notas em todas as matérias, fui aprovado com nota máxima na defesa da minha pesquisa, meu estágio e minhas atividades complementares estão todas OK... resta correr pro abraço... Enquanto espero pelos dias da colação de grau e do baile, sofro antecipadamente de depressão pós faculdade (que é aquela sensação de vazio que a gente sente geralmente no horário que estaria na faculdade). Para dar vazão a essa nostalgia segue um texto sobre um fragmento do que foi a faculdade na minha vida.
A FACULDADE
Me lembro como se fosse hoje do meu primeiro dia de aula.
Desci do ônibus todo sujo, com o cabelo estragado e com a roupa rasgada por causa do trote. No peito, uma agradável ansiedade sobre tudo que estaria por vir, era o início de um novo ciclo, uma nova fase em minha vida. Na ocasião não tinha consciência, mas estava me despedindo de mim mesmo, estava prestes a me tornar outra pessoa.
Ao adentrar a sala de aula, me deparei com aqueles com quem compartilharia os quatro anos seguintes de minha vida. Que loucura! Dentre as quase cem pessoas que compunham a turma estavam as que se tornariam fundamentais e importantes em minha vida e formação.
Na época eu era uma pessoa extremamente segura de mim, arrogante, convicto dos meus valores, cheio de pré-conceitos, ostentando heróis, vivendo alguns conflitos (comuns considerando o contexto que me encontrava) e com muitas expectativas.
Quanto à formação acadêmica, não houve surpresas, tive acesso a grade curricular com antecedência (que foi rigorosamente seguida). O que me surpreendeu foi a formação humana pela qual passei, aprendi muito mais com as paixões, os valores, ideais e as utopias dos meus professores do que com as antigas teorias que há gerações são apregoadas.
Pude contar com uma equipe de mestres além de competentes, apaixonados pelo que fazem.
O professor Marcelo é o melhor professor de matemática que eu conheci até hoje, ele me mostrou que a matemática É SIM um monstro, mas que esse monstro pode ser enfrentado e vencido.
A professora Maristela me ensinou que os paradigmas existem para serem quebrados.
O professor Edgar me ensinou que há sempre tempo de mudança e que para que estas aconteçam é necessário tempo e tolerância.
O professor Milton foi extremamente companheiro quando perdi meu pai e me ensinou que o sucesso está em seguir nossas paixões.
O professor Alexandre sempre exigente me ensinou que há várias maneiras de conquistar o que acreditamos e que a reflexão é a maior liberdade que um homem pode almejar.
A professora Nathalia me ensinou que a escrita é uma das ferramentas para praticar a liberdade obtida pela reflexão.
O professor José Carlos é o mais meigo de todos e me ensinou a valorizar as coisas simples da vida.
Através do convívio com estas pessoas constatei que o mundo do aluno tem o tamanho da ousadia do professor. Pela descrição acima você pode imaginar minha atual dimensão de mundo.
Quanto a mim, alguns dizem que continuo arrogante, porém, meus valores eu os reformulei, meus pré-conceitos estou tentando superar, meus heróis sucumbiram e hoje vivo novos conflitos.
Por conta de todas as experiências vividas nestes últimos quatro anos, posso afirmar que hoje tenho consciência do espaço que ocupo no mundo, das minhas responsabilidades na sociedade, passei a entender a citação em que Henfil nos diz que ter consciência não nos obriga a sermos conscientes, passei a ter causa para minhas rebeldias, ser mais tolerante com as diferenças e a crer cada dia mais em utopias (são elas que movem o mundo).
Mais um ciclo se encerra em minha vida, além das já citadas acima, muitas outras situações por quais passei contribuíram para que chegasse onde cheguei e me tornasse o que me tornei.
Na essência continuo o mesmo e pronto para uma nova etapa desta festa que insistimos em chamar de vida.
PS: Existem alguns erros que se justificam somente quando cometidos na fase de faculdade e que muitas vezes agregam mais valores que alguns acertos.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Faxina total

A vida de quem mora sozinho não é nada fácil, principalmente quando se está no último ano da faculdade.
Por causa da correria de quartanista minha casa tava virando uma toca, mas para me dar uma força, minha mãe veio e fez uma faxina.
Em resumo, ela matou minha criação de fungos que tinha no banheiro (entre os azulejos) e descobriu que tinha um bicho morto na minha geladeira.
Incrível, geladeira de estudante quando não está vazia, está cheia de comida estragada. hahuahuahuahuahauhau Imagine a bronca!
Minha casa voltou a ser salubre e habitável, finalmente tenho copos limpos (não preciso mais usar descartáveis) e a geladeira está como nunca vi (cheia).
O único problema é que agora eu não encontro mais as minhas coisas... hauhauhauahuaa
Coisas de mãe né?

Socoooooorrooooo! Tô de TPM

Calma! heheheheh... É tensão pré monografia hhehhehhee Ahhhhhhhhhhhh!

Estou à beira de uma ataque de nervos...

Além da saudade do meu pai, estou à uma semana das provas finais, preciso de nota em três matérias (minha grade é composta por cinco), tenho de entregar minha monografia pronta no máximo dia 20/11/2009 para eu apresentá-la no dia 25/11/2009, isso porque ainda não consegui terminar a pesquisa bibliográfica e falta toda a pesquisa de campo. E pra ajudar, ontem meu orientador excluiu um capítulo inteiro... hheheheheheheh

Eu mereço?

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Não foi dessa vez.

Amor não se escolhe. Acontece!

Filosofia do Garfield

Estava no orkut fuçando nas comunidades e fotos de alguns amigos e achei uma comunidade com este texto, a última frase eu adaptei por não concordar com a que estava anteriormente, afinal, não existe receita para ser feliz.

*Coma somente se tiver fome;

*Durma somente se tiver sono;

*Abrace muito, beije mais ainda e ria, já que a vida é de graça;

*Peça! Sempre haverá alguém que lhe dará o que você está precisando;

*Despeça-se do que já passou. Quem vive de passado é museu;

*Pare de se preocupar;

*Simplifique sua vida;

*Cometa novos erros;

*Perdoe-se por suas burrices e fracassos;

*Deixe bagunçado;

*Acredite no amor;

*Expresse a sua individualidade;

*Lembre-se de rezar para agradecer, você já recebeu mais do que suficiente para crescer e ser feliz;

*Faça alguma coisa que sempre desejou fazer, mas que tinha vergonha;

*Adote a filosofia do cavalo na parada de 7 de setembro: Andando, cagando e sendo aplaudido;

*Não perca tempo em discussões inúteis, ao invés de brigar cante uma canção;

*Grandes amizades não se perdem em pequenas disputas. Se se perderem, é porque não eram nem amizades, muito menos grande;

* SEJA SEMPRE MUITO FELIZ, à sua maneira, sem se prender à regras e padrões.

Pensamentos e pensadores

A saudade é também uma forma de ficar.
Fernandinho RAV - Caieiras/SP

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

SAUDADE

Hoje faz quinze dias que meu pai faleceu, dele só me restaram as lembranças que guardo em minha memória e em meu peito.
SAUDADE... Me sinto bem, apesar de não me sentir eu mesmo, falta algo, procuro algo: a presença. Gavetas e cabides estão vazios, não existe presença. Terei de me acostumar com a ausência, me conformar com a saudade. Sei que ele está bem, eu também estou bem, mas eu sinto falta! Quero comemorar, continuar, dar seqüência à vida, mas ainda dói. Me sinto sozinho e ao mesmo tempo amparado. Minha fé, meu respaudo. Em Deus a compreensão de tudo, eu aceito. Aceito a morte, aceito a ausência e louvo por mesmo triste ter motivos e sede de celebração.

Eu por mim mesmo

Todos os dias da minha vida são ocasiões especiais, por mais comum que eles pareçam.
Luiz Cláudio

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Reta Final

Ontem meus amigos e eu fomos pra faculdade a "caráter" pra tirar as fotos para nosso álbum de formatura, em seguida invadimos as salas dos anos anteriores impor nossa alegria por estarmos na reta final.
Me sinto como um maratonista que avista a linha de chegada antes de todos os outros corredores e se concentra nessa reta dedicando todo o esforço físico que ainda lhe resta. Falta muito pouco para que meu sonho (e de meus pais) de graduação termine de se concretizar. Logo após a sessão de fotos fomos comemorar nossa quase vitória no Canecão (digo "quase" porque ainda faltam alguns obstáculos pra serem vencidos).

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Pensamentos e Pensadores

"Morrer é como sair no melhor da festa sem se despedir de ninguém."
Pedro Bial

Sobre a morte

Apesar de ser a única certeza que temos na vida é um assunto que as pessoas evitam tratar. Talvez seja pela dor da ausência, pelas mudanças forçadas que traz, pela dúvida de haver algo depois da passagem ou por simplesmente ser o fim. O que me assusta é ser SIMPLESMENTE o fim. A relevância de uma vida cheia de histórias, de bons e maus momentos, erros e acertos, dor, sofrimento, alegrias, euforias, recordações, saudades, paixões, amores, lembranças, arrependimentos e sonhos, tudo isso somado se esvaindo num SIMPLES suspiro. Morte, a mesma para pobres e ricos, homens e mulheres, sem credo, etnia, religião e caráter. Algumas são heróicas, amparadas por uma causa ou razão, quase uma opção, outras, a maioria delas, são serenas, sem escolha e cheias de luta, cujo único critério foi a ironia da vida. A irrelevância da vida perante a morte por sua própria ironia. Não somos nada, não temos nada nem ninguém, nada nos pertence, a não ser as opções que tomamos em vida. Por que a levamos tão a sério se sabemos que não sairemos dela vivos? Tempus fugit, carpe diem, só por hoje... aproveitarei a vida nas sua simplicidade para assim melhor aceitar a morte!

A tudo dai graças

Quando ficamos sabendo sobre a existência de “algo” no estômago do meu pai, logo considerei a hipótese de um câncer. Minha primeira atitude depois de lamentar foi a de louvar a Deus pela nossa história e por tudo que passamos juntos. Tanto eu como meu pai demos os nossos vacilos, porém em determinado ponto de nossas vidas percebemos que o rumo da nossa história estava em nossas mãos. Tinhamos dois caminhos a seguir, o de pai e filho que se amavam e não se envergonhavam disso ou a de dois estranhos que dividiam a mesma casa e mal se falavam. A nossa opção foi a primeira e a partir daí os milagres em nossas vidas foram acontecendo a cada abraço, beijo, colo e carinho. Cada um ao seu tempo, do seu jeito. Soubemos aproveitar nossos momentos e as oportunidades que Deus nos deu de sermos felizes, eu dei o primeiro passo, mas meu pai aceitou o momento em que eu estendi a mão para que caminhássemos juntos. Meu pai faleceu em menos de um mês a partir da cirurgia para a retirada total do estômago, por conta do organismo debilitado pela desnutrição não resistiu a elevada carga de medicamentos e partiu para a eternidade numa manhã de quarta-feira. Ainda bem que aproveitei todas as oportunidades que tive para dizer o quanto me orgulho em ser filho dele, pois nas últimas vezes que o vi ele estava em coma induzido e eu não pude ver o brilho dos seus olhos ao ouvir o meu EU TE AMO. O tempo passa muito depressa e nem sempre temos tempo de nos despedir das pessoas que amamos, o que felizmente não foi o meu caso. Partilho a minha história para que você pare agora de ler este texto e vá até as pessoas que você ama e mesmo em tom de brincadeira diga o quanto são importantes para a sua vida.

Aprendi com meu pai

No livro ‘Aprendi com meu pai’ de Luís Colombini, 54 pessoas descrevem as experiências e a lição mais importante que aprenderam com seus pais.
Inspirado nesta obra, segue a homenagem póstuma que fiz ao meu pai.
Aprendi com meu pai, por Luiz Cláudio da Silva Pinto
Aprendi com meu pai que caráter é algo que independe de erros e acertos;
Aprendi com meu pai que o amor deve ser expresso mais em gestos do que em palavras;
Aprendi com meu pai que toda e qualquer oportunidade de vida não deve passar em branco;
Aprendi com meu pai que o homem é livre para fazer suas escolhas mesmo sabendo que optou pela errada;
Aprendi com meu pai que o dia deve ser composto por declarações de amor, que a vida é sublime e que os maus momentos devem ser vividos na mesma intensidade que os bons;
Aprendi com meu pai que o arrependimento é um sentimento nobre e de pessoas que não se deixam abater pelos seus erros;
Aprendi com meu pai que para falar de Deus não preciso usar palavras;
Aprendi com meu pai que o amor sempre vem de maneira que não esperamos;
Aprendi com meu pai que a mudança do mundo começa pelas minhas atitudes;
Aprendi com meu pai que homem chora e diz eu te amo;
Aprendi com meu pai que o que muitas vezes precisamos para aproveitar uma oportunidade é de uma mão estendida.
Posso ter aprendido mais com os erros do que com os acertos do meu pai, mas aprendi também que o mais importante é ensinar independente do método.
*Meu pai faleceu de câncer aos 55 anos no dia 14/10/2009.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Pensamentos e Pensadores

"A vida é como andar de bicicleta, para estar em equilibrio tem de estar sempre em movimento."
( Albert Einstein )

sábado, 5 de setembro de 2009

CONVOCAÇÃO - 94º MINI TLC

Convoco todos os cursistas e dirigentes do 94° Mini TLC a nos encontrarmos no DNJ em Conchas para fazermos juntos um super agito, além de uma mega foto do reencontro.
Conto com a presença de todos vocês. Fiquem com Deus!
SEMPRE + ALTO!

DNJ - Conchas/ RP3 em 18/10/2009

Neste ano, a comemoração do DNJ (Dia Nacional da Juventude) da arquidiocese de Botucatu será em Conchas-RP3.
E para o encerramento do evento teremos show com Diego Fernandes, que já esteve em Conchas o ano passado e arrasou.
Sou um grande apreciador do trabalho deste missionário, tanto que, o Retiro de Carnaval e o Mini TLC que estive à frente como coordenador tiveram a música Folha em Branco como tema.
Quem visita com frequência o blog do cantor (está entre meus favoritos) pôde acompanhar a batalha que foi o lançamento do segundo CD.
A novidade é que o CD já saiu e os shows de lançamento estão sendo agendados e nós estamos entre eles (Ebaaaaa!).
Para os que não conhecem o Diego e nunca ouviram suas músicas, tem disponível no blog dele todo o primeiro CD para ser baixado.
Não perca tempo vale muito à pena.
Te espero em Conchas para curtirmos juntos este show, entre outras atividades, que com certeza será uma benção.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Pensamentos e Pensadores

Num lugar onde TUDO ESTÁ PREVISTO, resta-nos ir SEMPRE MAIS ALTO, com o CORAÇÃO CHEIO DE FOGO E A CABEÇA CHEIA DE IDÉIAS!
Luiz Cláudio (Chefe do 94° mini TLC)

A mais tocada...

Todo retiro, encontro ou mini TLC que participo tem uma música que chama mais atenção do que a escolhida como tema. No caso do 94° Mini TLC a música tema foi 'Aquarela - Toquinho', porém a que chamou mais atenção foi...
IMPOSSÍVEL DE ESQUECER - Fernanda Brum

Amigo é muito mais

Do que alguém pra conversar

Alguém pra abraçar. Amigo é uma benção

Que vem do coração de Deus

Pra gente cuidar. É assim que você é pra mim

Como uma pérola

Que eu mergulhei pra encontrar

É assim que você é pra mim

Um tesouro que pra sempre eu vou guardar.

Amigo, eu nunca vou desistir de você

E pela a tua vida eu vou interceder

Mesmo que eu esteja longe

Meu amor vai te encontrar

Porque você é impossível de esquecer. Eu acredito em você

Eu acredito nos sonhos

De Deus pra tua vida, amigo

Eu oro por você

Porque a tua vitória também é minha.

(Pra quem não lembra, essa música foi usada na primeira matraca e no encerramento do encontro.)

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

5 coisas que eu aprendi com um lápis

1° qualidade: Você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade. 2° qualidade: De vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor. 3° qualidade: O lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça. 4° qualidade: O que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você. E finalmente a... 5° qualidade: O Lápis sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços.

SIIIIIIIMMMMM... Sonhos se realizam!!!!!!!!!

Equipe da Sala com os cursistas

Para que este curso acontecesse foi necessário muita espera, luta, paciência, obediência e oração. Percebo que tudo isso valeu a pena quando olho para a incrível família que se formou.

Agradeço à todos os dirigentes por terem me ajudado a realizar este mini TLC e (o mais importante) por acreditarem que este sonho seria possível. Alguns eu já conhecia há algum tempo, outros nem tanto, mas o indiscutível é que eu não sei o que seria da minha vida sem vocês.

Agradeço à todos os cursistas por confiarem em nós e terem feito nosso mini tão especial, estou com muita saudade, e não se esqueçam, jamais desistirei de vocês.

Obrigado Senhor (Deus) por permitir que este curso acontecesse... é nóis!!!!!! Pode deixar que fazer valer a pena é por nossa conta.

Num lugar onde TUDO ESTÁ PREVISTO, resta-nos ir SEMPRE MAIS ALTO, com o CORAÇÃO CHEIO DE FOGO E A CABEÇA CHEIA DE IDÉIAS!

(Em breve postarei a equipe da cozinha)

sábado, 15 de agosto de 2009

Quando eu ofereço ao Senhor, minha vida em adoração...

Nesta quarta-feira soprei vinte e oito velinhas (as velas estão aumentando e o fôlego diminuindo hheheh) e quem me conhece sabe que uma das coisas que mais gosto de fazer é comemorar meu aniversário, tanto que faço isso pelo menos três vezes na semana do meu niver (Itapê, Conchas e no trabalho)... hehehehe
O título que coloquei neste post é o trecho de uma das músicas da Celina Borges que define bem o que eu diria se meus amigos pedissem discurso logo depois que cortasse o bolo, mas eles não pedem (deve ser porque não sei ser suscinto).
E nesta data é inevitável fazer uma retrospectiva de vida, pelo menos do último ano.
De 12/08/2008 à 12/08/2009 muita coisa mudou, outras deixaram de existir, novas situações e pessoas surgiram, passei por perrengues que não imaginava que passaria, e pior, tive que me virar sozinho, muitos sonhos se realizaram, projetos se concretizaram, fiz novas amizades e as antigas se tornaram mais fortes, me tornei mais próximo e dependente de Deus. Enfim, foram momentos de pura adrenalina e diversão.
É fato, Deus tem um carinho muito especial por mim (e por você também).
Me sinto feliz e realizado, porém insatisfeito. Quero mais! Poxa, a vida continua!

"Não faz sentido não viver pela diversão."

All Star - Smash Mouth

domingo, 9 de agosto de 2009

Herói de todos os dias, porque aguentar trânsito, patrão e sogra não é tarefa para qualquer mortal.

Hoje é dia dos pais, na semana que antecedeu esta data a coisa mais fácil de encontrar entre blogs e sites eram sugestões de presentes, uma para cada perfil de pai, seja ele casual, moderno, esportivo etc.
As sugestões eram produtos como câmeras digitais, celulares, equipamentos de pesca, roupas de grifes entre outros, nenhum site/ blog orientava para que dessemos um abraço, um beijo ou fizessemos uma declaração de amor.
A vida nos embrutece e acabamos esquecendo o quanto tais demonstrações de carinho são tão fortes e importantes. O nosso pai nos passa uma sensação de segurança e estabilidade tão grandes que acabamos nos esquecendo que são pessoas que precisam e esperam receber carinho, eles são tão heróis que involuntariamente chegamos a crer que são dotados de super poderes e limitamos nossa homenagem num embrulho de presente. Ainda não conseguimos quebrar o paradigma de materializar o que sentimos em produtos.
Meu pai e eu estamos aprendendo a estreitar nossos laços. Problemas com bebida e imaturidade juvenil fizeram com que nos distanciássemos um pouco até o dia em que resolvi mudar o rumo de nossas histórias.
Sempre senti falta de meu pai (apesar de sua presença constante), o que não eram constantes eram nossos momentos de pai e filho, brincadeiras, beijo, abraço, colo...
Passei a fazer com o meu pai tudo o que eu queria que ele fizesse comigo amá-lo, respeitá-lo, abraçá-lo, beijá-lo. No início ele estranhou um pouco, depois percebi que ele esperava tais ações e de uns tempos pra cá tudo isso tem partido dele (e eu estou muito feliz).
É besteira essa história de que homem não chora, de que não gosta de abraço de outro homem ou beijo. Gosta sim, principalmente quando isso parte de um filho.
Decidi que não perderia tempo com pré conceitos e padrão comum de conduta, até porquê não sei até quando estaremos juntos, o que sei, é que não perderei mais tempo em demonstrar ao meu pai o quanto o amo e o quanto é importante pra mim.
Como ainda não quebrei o paradigma do presente, comprei ao meu herói cotidiano um kit churrasqueiro que apesar de não ser muito caro arrebentou com meu orçamento de universitário, mas não me importo de ficar alguns meses no vermelho por causa disso, afinal de contas, desde que nasci meu pai passou muito tempo (e ainda passa) no vermelho para atender aos meus caprichos e aos da minha irmã.
Saia de frente desse PC e vai dar um abraço no seu pai, independente do dia em que esteja lendo este post, não existe data certa para dizer "EU TE AMO".
PS: Se seu pai não está mais entre nós, faça uma oração, se não o conhece ou ele está longe, abrace alguém que seja tão importante pra você quanto ele.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

MORTOS DE FAMA: Mário Quintana (*30/07/1906 / +05/05/1994)

Estava estudando a vida de Quintana para este post, até esbarrar em um texto em que o autor fala sobre ele mesmo. Resolvi posta-lo, achei que seria menos humilhante para biografia do poeta ao comparar nossas habilidades com as palavras. Além de que, ele foi muito mais perspicaz ao descrever suas entrelinhas do que eu seria.

QUINTANA POR ELE MESMO

Nasci em Alegrete, em 30 de julho de 1906. Creio que foi a principal coisa que me aconteceu. E agora pedem-me que fale sobre mim mesmo. Bem! Eu sempre achei que toda confissão não transfigurada pela arte é indecente. Minha vida está nos meus poemas, meus poemas são eu mesmo, nunca escrevi uma vírgula que não fosse uma confissão. Ah! mas o que querem são detalhes, cruezas, fofocas... Aí vai! Estou com 78 anos, mas sem idade. Idades só há duas: ou se está vivo ou morto. Neste último caso é idade demais, pois foi-nos prometida a Eternidade.Nasci no rigor do inverno, temperatura: 1grau; e ainda por cima prematuramente, o que me deixava meio complexado, pois achava que não estava pronto. Até que um dia descobri que alguém tão completo como Winston Churchill nascera prematuro - o mesmo tendo acontecido a sir Isaac Newton! Excusez du peu... Prefiro citar a opinião dos outros sobre mim. Dizem que sou modesto. Pelo contrário, sou tão orgulhoso que acho que nunca escrevi algo à minha altura. Porque poesia é insatisfação, um anseio de auto-superação. Um poeta satisfeito não satisfaz. Dizem que sou tímido. Nada disso! Sou é caladão, introspectivo. Não sei por que sujeitam os introvertidos a tratamentos. Só por não poderem ser chatos como os outros?Exatamente por execrar a chatice, a longuidão, é que eu adoro a síntese. Outro elemento da poesia é a busca da forma (não da fôrma), a dosagem das palavras. Talvez concorra para esse meu cuidado o fato de ter sido prático de farmácia durante cinco anos. Note-se que é o mesmo caso de Carlos Drummond de Andrade, de Alberto de Oliveira, de Érico Veríssimo - que bem sabem (ou souberam) o que é a luta amorosa com as palavras.

sexta-feira, 31 de julho de 2009

A paranóia da Gripe Suína

Achei essa foto o máximo, muito criativa, além de ter ficado com dó do Leitão. Foto recebida por email.

Discurso sobre a Mentira

Mentira, informação não verídica capaz de destruir impérios, arruinar líderes, dissolver famílias e por a perder um grande amor.
Que cresça o nariz do infeliz que afirmar que nunca mentiu e que esse recurso não é para único e exclusivo benefício próprio. Algumas mentiras são mais comuns e previsíveis, por exemplo:
- Advogado: Esse processo é rápido;
- Ambulante: Qualquer coisa, volte aqui que a gente troca;
- Anfitrião: Já vai? Ainda é cedo;
- Bêbado: Sei perfeitamente o que estou dizendo;
- Dentista: Não vai doer nada;
- Desiludida: Não quero mais saber de homem.
Entre outras tantas que o google pode nos fornecer.
Diz o ditado que “mentira tem pernas curtas”, ou seja, ela não resolve o problema, somente o adia e que cedo ou tarde a verdade vem à tona, outros afirmam que “os fins justificam os meios” e que vale contar uma mentira desde que haja “boa intenção”.
Os mais puritanos afirmam que não importa a dimensão ou a situação, mentira é sempre mentira. Outros justificam que não mentiram, mas omitiram a verdade.
Não é a mesma coisa?
Os que aderem ao recurso da mentira não são vistos com bons olhos, principalmente os que a banalizam pela frequência que usam.
Se a falta de caráter é característica dos mentirosos, chego à conclusão de que fazemos parte de uma sociedade de corruptos (deve ser por isso que pouco nos importamos com escândalos parlamentares).
O fato de mentir valer a pena ou não, somente nosso grilo falante (consciência) pode dizer, mas *confesso que muitas vezes usei desse recurso (mentirinhas banais heheheheh) quase que involuntariamente; hipócrita seria se afirmasse o contrário.
*nada melhor para encerrar um texto sobre mentira que dizer uma verdade hehehehhe.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Pensamentos e Pensadores

"Ficar pensando na pessoa que você gostaria de ser é dispensar a pessoa que você realmente é."
L. P. Luppa

DAS UTOPIAS

Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!
M. Quintana

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Se eu tivesse visto antes...

... teria sofrido menos hehehhehehe
Me refiro ao blog Morando Sozinho.
Vinícios de Oliveira assim que se mudou da capital paulista para o interior (Jaú) passou a postar todas as desventuras que um estudante passa quando opta em morar sozinho, baseado em suas experiências pessoais, claro.
Em seu blog, Vinão, como costuma ser chamado por seus amigos, também dá dicas domésticas como receitas rápidas, limpeza, como lavar e passar roupas além de macetes que todo morador sozinho pode aplicar pra tornar seu cotidiano menos sofrível, com maneiras para driblar a solidão e como receber correspondências quando não há ninguém em casa. Ele sugere inclusive um repertório de desculpas por não atualizar o blog (se eu tivesse visto isso antes hehehehehe).
Todos os temas são verídicos e tratados com muito bom humor, por ele e por seus amigos que contribuem nas postagens e atualizações do blog.
Categoria 5 estrelas, vale a pena conferir.
Este blog já está entre os meus favoritos.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

FOTOS QUE FALAM

Uma das coisas que muito chama atenção no meu blog e é alvo de elogios são as fotos que o ilustram. Sou apaixonado por fotos, imagens etc
Sou da opinião que realmente uma imagem vale mais que mil palavras e quando é possível juntar os dois elementos, melhor ainda.
Grande parte das imagens eu baixo da internet pelo google, outras (poucas) são do meu acervo pessoal e algumas (as últimas) são do blog FOTOS QUE FALAM.
Tenho poucas informações sobre a pessoa que o administra, o que sei que esse blog está linkado ao site da Canção Nova e que além da junção de fotos e pensamentos ou passagens bíblicas ele dá dicas de fotografia, câmeras fotográficas e photoshop. Muito bom, vale a pena conferir.
Este já está entre meus favoritos.

IMPORTANTE

Gostaria de informar à todos os meus amigos e leitores que SOU DOADOR DE ORGÃOS E TECIDOS e que avisem os meus familires no caso de eu partir para a eternidade antes de vocês.
Valeu!

Carioca faz voto de castidade até encontrar a mulher ideal.

Ontem entre os meus emails estava esta reportagem de um rapaz de 33 anos que fez um compromisso de castidade até encontrar a mulher ideal.
Certa vez numa discussão pelo orkut sobre o assunto percebi que alguns participantes da comunidade 'Castidade' da qual participo não tinham uma definição esclarecida sobre o verdadeiro sentido da expressão.
Viver a castidade não se resume somente em não fazer sexo, mas em viver a pureza nos relacionamentos, nas atitudes, no olhar e nas diversas maneiras de se expressar, ou seja, comportamento sem malícia e segundas intenções.
Um casal deve continuar vivendo a castidade no relacionamento mesmo depois de casados, um jovem solteiro deve viver a pureza enquanto espera uma namorada e mesmo depois de encontrá-la. Abstinência sexual é somente parte do processo.
A castidade é algo que Deus pede à todos nós sem excessão (I Cor 6, 13b).
O André não está sozinho nessa, os irmãos cantores da banda estadunidense Jonas Brothers declararam terem feito a mesma opção e usam um anel como símbolo desse compromisso, o jogador de futebol Kaká também declarou ter casado virgem. Detalhe: todos eles inclusive o entrevistado da Globo têm participação religiosa ativa.
Como adepto do mesmo ponto de vista posso dizer que tal opção não haveria sentido se não houvessem valores cristãos como base.
Mas pra que viver a castidade?
Ricardo Sá da Canção Nova já disse: "Aquele que preserva o corpo torna sadia a alma."
Não há como falar em castidade sem falar em Deus.
Tudo que um casal precisa para ter uma vida conjugal feliz (cumplicidade, comprometimento, amadurecimento, submissão) é obtido pela experiência de um namoro santo, ou seja, em que ambos optaram por viver a castidade.
Nada mais justo que reservar um momento especial para vivê-lo com a pessoa especial, com a qual passaremos o resto de nossos dias.
“Vale a pena esperar. O verdadeiro amor sabe esperar” (Pedro, o amigo do entrevistado)

terça-feira, 21 de julho de 2009

Poesia

"Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre e que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto. Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho, que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida proporciona, que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento e não brinque com ele. E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo. Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe, que ele é superior ao ódio e ao rancor. Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas."
M. Quintana

Esse é de Itapê

O blog Irmão do Décio vale uma visita, Eduardo de Oliveira é designer gráfico e especializado em edição digital de imagens e ele costuma sugerir em Photoshop como seriam antigos modelos de carros brasileiros se ainda fossem fabricados como o Corcel, Polo, Apolo, Verona, Pointer e algumas modificações de carros ainda em produção como Dobló.
Por causa do blog o Irmão do Décio (Eduardo) já foi matéria de diversas revistas especializadas e jornais, além de já ter visitado algumas montadoras de carros como a Chevrolet.
Eu não conheço o cara, mas sei que ele é morador de Itapetininga e o blog dele já está entre os meus favoritos.
Segue abaixo (um dos meus preferidos) a ilustração de como seria a caminhonete Rural.

Pensamentos e Pensadores

"O silêncio também é liberdade de expressão."
(Li isso numa camiseta)

Tchanan!!!!!!

SAUDAÇÕES nobre visitante!
Voltei! E espero que seja pra ficar... hehehehehehhe Meu primeiro impulso é colocar tudo o que aconteceu nestes últimos meses em que estive "fora"num único post, mas perderiamos na fidelidade dos fatos e na qualidade dos detalhes, além de que, águas passadas não movem moinhos! Senti muita falta das minhas postagens, pelo menos aqui posso me expressar sem censura e nem incomodar ninguém. A minha cabeça esteve como um quarto de brinquedos (Rubem Alves) que se não houvesse uma válvula de escape correria o risco de enlouquecer. Na ansiedade de escrever cheguei à brincar com algumas palavras em papel de pão (não há melhor companheiro para as horas de solidão que um caderno velho), se achar que vale a pena um dia posto pra vocês. Quanto aos perrengues que passei eu vou contando aos poucos, conforme a memória permitir e quanto à experiência e amadurecimento que obtive com tais desventuras vocês irão perceber pelos meus textos e minhas idéias que não são mais as mesmas. Se fizermos um comparativo do Luiz que fez a última postagem e este que voz fala veremos muita diferença, algumas muito sutis é verdade, outras porém inacreditáveis. Felizmente a vida faz isso com a gente. Muito obrigado por se importar com minhas banalidades e por manter suas visitas mesmo num blog desatualizado como este. Apesar de ainda não ter meu próprio PC acho que a partir de então conseguirei fazer algumas postagens mais frequentes. Vamos aguardar para ver o que a vida nos reserva.

sábado, 21 de março de 2009

Calendário Mini e TLC - 2009

Mini TLC6 a 8 de março - Mini Botucatu - Casa Santo Inácio 20 a 22 de março - Mini Lençois Paulitsa - Casa Santo Inácio 17 a 19 de abril - Mini Avaré - Casa Santo Inácio 19 a 21 de junho - Mini Botucatu - Casa Santo Inácio 26 a 28 de junho - Mini Lençóis - Casa Santo Inácio 28 a 30 de agosto - Mini Conchas - Seminário em Conchas 25 a 27 de setembro - Mini Botucatu - Casa Santo Inácio 16 a 18 de outubro - Mini Laranjal Paulista - Seminário em Conchas 04 a 06 de dezembro - Mini Botucatu - Casa Santo Inácio TLC 30 a 03 de Maio - TLC Secretariado - Casa Santo Inácio 09 a 12 de julho - TLC Avaré - Casa Santo Inácio

13 a 16 de agosto - TLC Secretariado - Casa Santo Inácio 04 a 07 de setembro - TLC Laranjal Paulista - Seminário em Conchas 30/outubro a 02/novembro - TLC Lençóis Paulista - Casa Santo Inácio 19 a 22 de novembro - TLC Secretariado - Casa Santo Inácio

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009